Dói quando o homem perde a “virgindade” ?

A cabeça do pênis é formada, originalmente, pela glande, prepúcio e o frênulo (freio que segura o prepúcio logo abaixo da glande). Se esse freio não existisse, toda vez que você puxasse o prepúcio para trás ou tivesse uma relação sexual, ele viria desenrolando até a base do pênis.

                                                  
                                                            Essa pele que sai da glande é o frênulo ou freio do pênisPor motivos de higiene e para evitar uma das inflamações mais comuns que existem devido a fimose(excesso de prepúcio), muitos homens tem essa pele retirada (prepúcio) ainda na infância, ou quando entram na puberdade, justamente por causa de infecções. Quando se retira o prepúcio, também é retirado o freio e a pele que sobra e reveste o corpo do pênis e cauterizada logo abaixo e em toda volta da glande, para que não desça.

Resumindo, homens que retiraram o prepúcio não tem problema com o freio, não sangram. Porém, durante algum tempo, a glande costuma ficar mais sensível, mas passa.

Quando os homens não fazem essa cirurgia, ou começam a vida sexual muito cedo, antes mesmo de sofrer algum problema no prepúcio, o freio pode atrapalhar um pouco. Vejamos as situações em que o freio do prepúcio ou cabresto pode atrapalhar.

Desde criança, os meninos têm sua sexualidade mais “aflorada” e se masturbam sozinhos. A fricção do vai e vêm ajuda a “alargar” ou “lacear” esse freio fazendo com que sua primeira relação possa ser mais tranqüila. Você percebe que o freio é curto quando mesmo ereto, o pênis fica meio pra baixo. Mas não se preocupe, se você não sente dor, nem sangra, nem se incomoda, fique tranqüilo que não atrapalha em nada em sua performance sexual.

Mas quando o freio é mais curto que o normal, pode acontecer que, nas primeiras relações sexuais, haja uma pequena ruptura, que pode deixar a relação dolorida ou incômoda. Então, esse freio pode esticar e romper, não totalmente, mas aos poucos, mais ou menos como o hímen das meninas, quando elas perdem a virgindade. Quando acontece essa ruptura e toda relação se torna dolorida e sangra, a solução é uma pequena cirurgia, feita com anestesia local, chamada plástica de freio peniano ou frenuloplastia. Fácil e rápida, resolve seu problema, que é mais comum do que se imagina.

Agora, aos jovens afoitos e com medo de sangrar e doer na primeira vez, é só ir com calma. Como já escrevi diversas vezes, a lubrificação é importante tanto para a mulher quanto para o homem, porque os dois podem sair “esfolados”, pois a relação sexual é na base da fricção. Então, se você sente algum sintoma de freio curto, faça sexo sempre bem lubrificado. Inclusive, se a parceira for muito “apertada”, mesmo lubrificado pode ser doloroso. Por isso, fazer sexo sem estar relaxado e à vontade, causa tantos problemas, tanto para homens como para mulheres. Se for necessário, use um lubrificante a base de água e camisinhas lubrificadas, sempre.

 

Então, o segredo é: faça sexo quando estiver bem lubrificado e tente deixar o freio mais laceado, fazendo exercícios, se masturbando. Nossa, ruim ter que fazer esse exercício, não? Rssss

 

Georgia Maria- articulista, escritora e colaboradora do site SeR.

 

    Dúvidas sobre sexo, amor, relacionamentos? Escreva para o site e sua pergunta será respondida.

 

por teenager01

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s